Resistência bacteriana – Parte 1: Mecanismos de Resistência aos antibióticos - Resistência bacteriana – Parte 2: Conceitos e Definições

Leonardo Neves Andrade, Ana Lúcia Costa Darini

Resumo


Resistência bacteriana – Parte 1: Mecanismos de Resistência aos antibióticos

Resumo

O sucesso da terapia antimicrobiana depende diretamente da eficiência do mecanismo de ação do antibiótico sobre a bactéria. Em contrapartida, o sucesso da resistência bacteriana aos antimicrobianos depende da eficiência dos mecanismos de resistência aos antibióticos apresentados pela bactéria. Nesta revisão serão apresentados os mecanismos de resistência e, em uma breve discussão, a interpretação dos mecanismos de resistência e os manuais de teste de sensibilidade aos antibióticos e de antibioticoterapia em bactérias gram-positivas e gram-negativas de importância clínica.

Resistência bacteriana – Parte 2: Conceitos e Definições

Resumo

A resistência bacteriana aos antibióticos é considerada problema de saúde pública e econômico pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização das Nações Unidas (ONU) (http://www.who.int/antimicrobial-resistance/global-action-plan/en/), apontada por alguns estudiosos como um dos flagelos do mundo moderno que pode levar à volta da era pré-antibiótico. Nesta revisão serão apresentados os principais conceitos e definições específicos sobre resistência em bactérias gram-positivas e gram-negativas de importância clínica.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License

Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo