Profilaxia e infecções relacionada à biópsia de próstata ambulatorial: Revisão Sistemática

Patrícia Mitsue Saruhashi Shimabukuro, Carla Morales Guerra, Monica Taminato

Resumo


Considerando o conceito de desospitalização e o aumento de procedimentos invasivos realizados no ambiente ambulatorial. Este estudo tem como objetivo de identificar na literatura as melhores evidências para a prática da profilaxia antimicrobiana para se evitar complicações no procedimento de biópsia de próstata, principais bactérias e o perfil de sensibilidade dos antimicrobianos. Trata-se de uma revisão sistemática da literatura seguindo as recomendações da Colaboração Cochrane. Os principais descritores utilizados foram biópsia, próstata, profilaxia e infecção as bases de dados consultadas foram e  Medical Literature Analysis and Retrieval System on Line (Medline)/ National Library of Medicine (Pubmed), Literatura Latino-Americana de Ciências da Saúde (LiLACS), Scientific Eletronic Library Online (SciELO) e Biblioteca Cochrane, Institute of Education Science (ERIC), nesta busca foram identificados 16 artigos que atendiam o objetivo do estudo. Os resultados obtidos neste estudo serão utilizados para instrumentalizar a atividade do enfermeiro de controle de infecção nas unidades de medicina diagnóstica, bem como elaborar protocolos adaptados a realidade ambulatorial.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License

Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo